Naming

blackberry_logo__blackblackberry-curve

Nós da Glóbulo acreditamos que o “Naming” (escolha do nome para uma empresa) ultrapassa os limites do bom gosto e envolvem muito estudo até se encontra a “palavra mágica” que tem a finalidade de representar os atributos que se pretende transmitir.

No livro “Startup” Jessica Livingston obteve o seguinte depoimento de Mike Lazaridis (Criador dos famosos celulares Blackberry) que exemplifica a relevância do “Naming”:

 

“É interessante dizer que o nome que demos surgiu de pesquisas, que remetem a nossas raízes. Decidimos fazer isso de maneira científica e procuramos uma companhia especializada. Trabalhamos durante seis meses até encontrar o nome. Blackberry tornou-se uma das marcas mais famosas do mundo. Funciona em todos os lugares. Nós a testamos mundialmente. Foi um dos quarenta nomes de uma lista que foi sendo afunilada. Pesquisamos o que esse nome significa para as pessoas. Seria possível usar o nome para criar uma marca, uma experiência? Foi um nome bem pensado” (Página 59)  

Antes de batizar seu “filho” (sua marca) não corra atrás apenas do seu gosto pessoal, vá a fundo, estude bastante os prós, os contras, os registros, a sonoridade, a relevância, a diferenciação, a história que pode ser construida pois, afinal, apelidos e chacotas as vezes podem constranger e complicar a vida do seu “herdeiro”.

 

No blog Design Coletivo, Klaibert Miranda diz que “nos dias atuais, o nome da marca não pode ser visto como uma simples etapa de um projeto separado da estratégia, o naming tornou-se uma parte muito importante deste processo por conseguir, quando bem elaborado, transmitir os princípios, posicionamento e valores da empresa ou produto.Para uma boa prática de naming algumas etapas devem ser seguidas, elas se inciam no conhecimento e definição da estratégia, de onde surgem os conceitos e valores que se deseja transmitir, na sequência é feita uma triagem para eliminar os nomes com menor potencial (de acordo com os valores anteriormente definidos) e sonoridade menos adequada, para as estapas finais ficam a verificação do mercado e legal, disponibilidade de domínios e por fim é refeita a avaliação conceitual.”

Vale a pena parar e prestar muita atenção neste processo, pois isso pode sair muito caro no futuro (revertendo em lucros ou prejuizos).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: