Twitter corporativo, sua agência segue essa tendência?

twitter_bird

Por: Jéssica Camargo Geraldo (Da Redação Making Of)

À semelhança do que aconteceu com redes sociais como Orkut, Myspace e Facebook, o Twitter tem crescido vertiginosamente no mundo. Dados da Nielsen Online apontam um aumento de 1382% nos acessos do microblog, no período que vai de fevereiro de 2008 ao mesmo mês de 2009. A pesquisa aponta ainda que no Brasil a penetração do microblog é ainda maior. Em junho, cerca de cinco milhões de internautas, ou seja, 15% dos brasileiros que acessaram a rede visitaram o Twitter.

Com o boom da nova ferramenta, não tardaram a surgir debates sobre seu potencial de rentabilidade. “Por ser muito novo, as empresas e agências de publicidade ainda tem dificuldades em definir estratégias para uso do Twitter em suas campanhas”, escreveu Cláudio Torres, especialista em marketing digital, em recente artigo publicado no site Cidade Marketing (www.cidademarketing.com.br). Isso explicaria, em parte, por que apesar das inúmeras possibilidades da interatividade simplificada do Twitter, a presença do setor publicitário catarinense ainda é limitada.

Entre as empresas que usam a ferramenta, está a Glóbulo (www.twitter.com/globulo), uma das agências pioneiras na utilização do microblog no Estado. Atualmente com mais de 1.100 seguidores, a agência ‘twitta’ principalmente sobre o universo da publicidade, marketing e design. Quem comenta o perfil da Glóbulo é Alex Lima, 30 anos, diretor de Marketing da agência. “Baseado em nossa forma de encarar marcas, qualquer post feito segue a personalidade da própria Glóbulo. Algo descontraído, casual, mas com conteúdo relevante e eficiente para passar”, garante o executivo.

Divulgar conteúdo de qualidade com leveza parece ser a fórmula certa para ter um bom desempenho no Twitter corporativo. Uma dica importante é não fazer simplesmente “ctrl c + crtl v” de material publicado em outros canais, como blogs ou sites, tarefa possível através de sistemas de RSS específicos, como o TwitterFeed, ferramenta que permite que o conteúdo postado num blog seja divulgado no Twitter. A ação é válida, mas o perfil deve ter diferentes vias de alimentação. Afinal, quem se torna seguidor está em busca de material diferenciado e não só resumo de outros meios. Sugere-se também, manter o perfil corporativo independente do pessoal. Reserve este último para seguir seus amigos e ‘twittar’ sobre temas mais polêmicos.

O perfil da Mágica Inovação Criativa (www.twitter.com/ag_magica), de Joinville, é outro case catarinense de sucesso. Com mais de 900 followers, o microblog está no ar desde o começo do ano e é administrado por Alexandre Setter, 36 anos, sócio e diretor de criação da agência. Entre as políticas da marca está o não uso de script, como o Twitter Central, mecanismo que permite angariar um grande número de seguidores em pouco tempo. “Somos totalmente contra por entender que é mais relevante ter uma base de seguidores que você construa e tenha uma identidade com ela e que seja de qualidade e não de quantidade”, aponta Setter. O script faz a quantidade de seguidores crescer exponencialmente, mas sem critérios, o que gera uma interação de baixa produtividade. “Principalmente no caso de perfis de marcas locais, do que adianta fazer ações promocionais ou de relacionamentos para clientes se a maior parte de minha base de seguidores é gringa e não está nem aí para meu produto ou serviço?”, explica.


Campanhas em 140 caracteres
O debate acerca do uso do Twitter para divulgação de produtos ganhou magnitude em março, quando o The Wall Street Journal divulgou acordo entre o apresentador Marcelo Tas (www.twitter.com/marcelotas) e a Telefonica, que previa uma campanha publicitária do novo produto da operadora, o Xtreme, serviço de internet e TV por fibra óptica, através do Twitter. Tas, um dos grandes entusiastas do serviço de microblog no Brasil, deve mencionar o produto da Telefonica ao menos 20 vezes por mês em seu perfil, atualmente seguido por mais de 20 mil twitteiros.

No momento, o desafio é pensar o Twitter não só como ferramenta de divulgação e interação da agência com seu público, mas também como uma inovadora alternativa publicitária. Oferecer à marca o sistema de microblog como forma de interação com clientes é uma opção. Outra é criar perfis para campanhas específicas, como é o caso da ação desenvolvida pela Glóbulo e Zerotrack para o Prime CELTA – Programa da Primeira Empresa Inovadora. “Conseguimos um resultado bastante expressivo utilizando o Twitter como ferramenta principal para informar e captar interessados. Realmente foi surpreendente a adesão e a força desta ação”, ressalta Lima. Também baseada exclusivamente no Twitter, a ação realizada pela Mágica para o Festival de Dança de Joinville movimentou a web. “Por meio da divulgação de um vídeo viral, comunicamos um concurso cultural que iria distribuir convites para o camarote da agência. Usamos só o Twitter como mídia e o resultado foi excelente”, conta Setter.

Antes de expor sua marca no Twitter, porém, é importante verificar se há condições de manter o perfil sempre atualizado e com conteúdo interessante. Não é à toa que tem crescido a demanda por micro-blogueiros profissionais, ou seja, pessoas habilitadas a navegar com desenvoltura pelas redes sociais. A regra da web não é simplesmente estar online, mas estar com qualidade. É importante lembrar que mesmo que sua marca não esteja oficialmente na web, ela será comentada, elogiada ou criticada pelos milhões de internautas-consumidores. A dica é de Cláudio Torres. “Monitore tudo: Escute o que o consumidor está falando nas mídias sociais. Monitore o que está acontecendo e acompanhe as redes sociais”.


twitter_fail_whale_01
Dicas para o twitteiro corporativo
“Entre nessa por fazer parte da essência da empresa ou então procure outra coisa. Entrar apenas porque virou moda é perda de tempo”, – Alex Lima – Glóbulo Célula Criativa

“Seja genuíno. 100% autêntico. Não existe outro modo de sobreviver no Twitter que não seja
dessa maneira ;-)  ,- Alexandre Setter – Mágica Comunicação

Fonte: http://www.revistamakingof.com.br/index.asp?dep=43&pg=13388

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: