A diferença do grátis no século XX e no século XXI

Por: Artur Pereira (@arturcap)

FreeButton-main_Full

Dando continuidade aos pontos mais interessantes do Livro “Free” segue esse texto:

Para compreender o modelo econômico fundamentado no “preço zero” é essencial destacar uma premissa básica que é diferença entre o grátis do século XX que era “feito de átomos” e grátis do século XXI que é “feito de bits”.

free_sample

No século passado grátis referia-se a “amostras grátis”, degustação, “leve dois e pague um”. A distribuição gratuita era bem limitada e o consumidor sabia que em algum momento teria que abrir sua carteira, esse modelo de grátis gerava desconfiança.

google_apps6464[3]

O novo grátis do universo virtual, trata-se de um modelo econômico baseado no “preço zero”. Por exemplo, o Google oferece um leque enorme de serviços sem cobrar do usuário final. O que torna essa prática possível é o fato de que a web proporciona uma distribuição muito ampla, a custos incrivelmente baixos, quase zero. Além disso, os pilares desse modelo são Banda Larga (transmissão de dados), armazenamento e processamento. Esses três fatores de produção, deflacionam de uma forma nunca vista antes. Um resultado prático disso é no caso do You Tube onde os custos para transmitir um vídeo, caem pela metade a cada ano.

Em breve serão apresentadas mais visões sobre esse modelo de preço zero.

Confira outros posts sobre essa tema.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: