Archive for design

Mudança

Bem, é perceptível a não atualização de informações por aqui ultimamente, certo? Certo!

Não por falta do que dizer, não por estarmos ignorando o nosso tão querido Blógulo ou, simplesmente, por preguiça. Pelo contrário. Estamos mudando, denovo. E Dessa vez a mudança não é física, é virtual. Nosso “em breve” está chegando e a mudança será pra melhor.

O Blógulo continuará, mas dentro de um site que conversará com o twitter, que estará integrado com o facebook, que possibilitará ter colaboradores externos do Blógulo e que, como mágica, falará com o site novamente. Ufa! É um trabalho que está sendo executado pelo nosso parceiro Zertorack e que está sendo muito aguardado.

A má notícia é que essa “desatualização” irá permanecer ainda por um tempinho. A boa é que esse tempinho realmente está chagando ao final.

É isso! Assim que voltarmos ao normal, você ficará sabendo. E, enquanto isso, se houver alguma opinião de melhoria,alguma sugestão, algum interesse em colaborar com o Blógulo, esteja completamente confortável em nos comunicar.

Grande abraço,

Exército Glóbulo

Leave a Comment

Parece um filho nosso, não?

Enviado pela arquiteta Vanessa Cardoso, da Traço Urbano, esta dica tem realmente a nossa cara.

Trata-se de um móvel que deixa você criar seu próprio espaço. O mais curioso são as formas, as cores e o próprio nome ( Molecule). Parece com algo que você conhece? Bem, pra mim tem tudo a ver e mais um pouco.

E, numa boa, bem no começo da Glóbulo já tinha feito um projeto desse. Raios! Mas ainda assim gostaria de um desses por aqui. 🙂

Alguma semelhança?

Leave a Comment

Moving Brands

Moving brand é basicamente um marca dinâmica, que varia seu desenho sem comprometer a identidade visual da empresa que ela representa. Com o aumento da importância das mídias digitais esse tipo de marca está em alta, pois possibilita uma maior interação com as pessoas.

Segue um video do desenvolvimento da marca da Swisscom, um exemplo de marca dinâmica criada pela Moving Brands

Post copiado na cara dura do http://nformas.wordpress.com 😉

Leave a Comment

Eles merecem!

Quando tentamos abrir os olhos às sete da matina ao escutar pela quarta vez o função soneca do despertador, é nela em que pensamos.

Ao jogarmos uma praga pro gringo espaçoso ocupando dois lugares no busão lotado a caminho do trampo, lá está ela martelando em nossas mentes.

Sim, que atire a primeira pedra – Em tempos de greve de ônibus, muito cuidado com essa expressão! – quem nunca foi de mau humor pro trabalho pensando em uma só coisa: A bendita das férias.

E foi pensando nisso que o Ministério do Turismo, em parceria com a Abrastur, lançou o programa “Férias do Trabalhador Brasileiro”. A proposta é integrar as empresas e motivar seus colaboradores, melhorando o relacionamento interpessoal empresa – trabalhador.

São sete diárias por ano em apartamento duplo com café da manhã nos principais destinos turísticos do país, em qualquer época do ano por uma mensalidade super acessível. Uma iniciativa de abrangência nacional muito legal do Ministério do Turismo  que visa beneficiar 2,5 milhões de trabalhadores, além de dar um gás no turismo nacional.

Bom, né? Melhor ainda foi a Glóbulo ter sido selecionada pra fazer a marca do programa que já foi aprovadíssima pelo cliente.

“Rapá, tamo ficando chique!”, diz a Dany Maia nos corredores da Glóbulo, se referindo ao nosso cliente de Brasília.

Pois é. Falar, pensar e criar sobre viagem de férias em pleno calor de novembro poderia ser método de tortura chinesa, mais uma prova do profissionalismo guerreiro da Glóbulo hein! #prontofalei

aplicações

E nossos parabéns para as irmãs Pereira. Grande Silvia! \o/

Comments (2)

Rótulos com LED

É… chegou mais rápido do que imaginava.

Que as embalagens são uma forma muito eficiente de publicidade você já sabia! Agora imaginem se essa forma de publicidade pudesse brilhar, de fato, quando você passasse, quando você tocasse, quando você interagisse com o produto de alguma forma. Pois é, é bem provável que isso esteja perto de acontecer.

As embalagens abaixo tem em seus rótulo o famoso LED e podem estar no mercado (se já não estão) em pouco tempo.

Em tempos de apagão (de luz e de idéias), essa tecnologia pode ser uma luz no fim do túnel, ser um pé no saco, ser chique ou ser brega? Me diz você.

Leave a Comment

Designer chinês cria cartões de visita digitais

O conceito MelonCard possui todas as informações de contato em meios digitais, como memória flash e Bluetooth; Para trocá-las, basta esfregar um cartão no outro

0,,31897749,00

Toda vez que você precisa dos contatos profissionais de alguém, a pessoa lhe estende o velho e bom cartão de visitas. Mas, não importa o quão moderno o design dele seja, esse método sempre parece um pouco arcaico, não é mesmo? Pensando em outra maneira de trocar contatos de uma maneira mais adequada na era digital, o designer chinês Alan Sien Wei Hshieh criou o conceito MelonCard.

Cada MelonCard consiste em uma folha de vidro resistente à arranhões com uma pequena faixa que contém todas as informações em meio eletrônico: memória flash, Bluetooth, além da bateria.

Quando dois MelonCards são esfregados, automaticamente trocam as informações digitais. Assim, você sai com os contatos da pessoa e vice-versa. O curioso é que o dispositivo tem até uma maneira de identificar se você e aquela pessoa já haviam trocado contatos anteriormente, mas não se lembram, para evitar situações constrangedoras.

Fonte: Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios

Leave a Comment

O primeiro ventilador sem hélice

Mais uma do site Casa e Jardim (tô me surpreendendo com os assessórios de lá). Dá uma olhada.

0,,30926109,00

Os ventiladores comuns podem estar com os dias contados. É que o designer britânico James Dyson inventou, recentemente, o primeiro aparelho sem as pás. Perigosas, principalmente para as crianças, as hélices puderam ser dispensadas, graças a um sistema semelhante ao de motores a jato. O Air Multiplier, como foi batizado, ainda tem um fluxo de ar cerca de 15 vezes mais intenso do que os ventiladores tradicionais.

Funciona assim: por meio de pequenas aberturas, a base atrai o ar ao seu redor e o empurra para cima, onde há um anel. De acordo com a intensidade escolhida pelo proprietário, no dimer, este aro multiplica a força do ar, formando a corrente de vento. Além da segurança, a invenção traz outras vantagens: é mais fácil de limpar e polui menos, porque usa uma quantidade menor de energia e gases, se comparado ao aparelho de ar condicionado.

O ponto negativo da engenhoca é o preço: o tamanho menor, de 25 cm, custa US$ 299, e o maior, com 30 cm, sai por US$ 329.

Comments (1)

Older Posts »