Archive for Notícias do mercado

Mudança

Bem, é perceptível a não atualização de informações por aqui ultimamente, certo? Certo!

Não por falta do que dizer, não por estarmos ignorando o nosso tão querido Blógulo ou, simplesmente, por preguiça. Pelo contrário. Estamos mudando, denovo. E Dessa vez a mudança não é física, é virtual. Nosso “em breve” está chegando e a mudança será pra melhor.

O Blógulo continuará, mas dentro de um site que conversará com o twitter, que estará integrado com o facebook, que possibilitará ter colaboradores externos do Blógulo e que, como mágica, falará com o site novamente. Ufa! É um trabalho que está sendo executado pelo nosso parceiro Zertorack e que está sendo muito aguardado.

A má notícia é que essa “desatualização” irá permanecer ainda por um tempinho. A boa é que esse tempinho realmente está chagando ao final.

É isso! Assim que voltarmos ao normal, você ficará sabendo. E, enquanto isso, se houver alguma opinião de melhoria,alguma sugestão, algum interesse em colaborar com o Blógulo, esteja completamente confortável em nos comunicar.

Grande abraço,

Exército Glóbulo

Leave a Comment

Novo brinquedinho

Para os maníacos por MACs ou pra qualquer um que simplesmente goste de tecnologia, foi lançado hoje (dia 27/01/10) o IPad. Este novo brinquedo do senhor Jobs promete ser a nova febre da linha Apple.

Creio que esse ferramenta será ótima para apresentações em clientes de designers, arquitetos, publicitários e já quero entrar na fila pra um. Você não?

Para mais informações sobre este lançamento,  é só clicar!

Comments (1)

Elvis Não Morreu

Por: Artur Pereira

A frase “Elvis Não Morreu” chegar a ser um clássico, assim como todo o legado do artista norte americano considerado o Rei do Rock.

Se estivesse vivo, hoje ele completaria 75 anos. Por isso mesmo será realizada uma série de atividades e eventos em homenagem à memória do cantor. A residência em que ele habitava irá sediar uma festa, com direito a bolo e a exposição de trajes antigos de Elvis. Além disso, também devem acontecer maratonas cinematográficas com filmes estrelados por ele e um cruzeiro marítimo temático, voltado aos seus fiéis fãs.

Ele também ganhará um aplicativo no Facebook e será criada uma Boneca Barbie com conceito inspirado na canção “Jailhouse Rock”.


Pelo visto 2010 será um ano muito bom para a Elvis Presley Enterprises, empresa que administra seus direitos autorais. Segundo a revista Forbes, em 2009 a companhia arrecadou um montante de US$ 55 milhões.

Imaginem quanto a obra de Michael Jackson deve valer…

Leave a Comment

A matriz de Roberts e o futuro das marcas

12 de dezembro de 2009, 21:04

Amor… esse será o diferencial no futuro para as marcas, segundo K. Roberts, atual CEO da Saatchi & Saatchi. As grandes marcas e seus valores estão se tornando commodities.

Por Carlos André Braga

Branding, Brand Equity, Brand Experience, etc. Nomes que representam as ferramentas mais utilizadas para a gestão e mensuração das marcas e seus valores nos tempos de hoje, disciplinas que envolvem áreas da administração, marketing, comunicação e design.

As marcas são mensuradas por valores tangíveis e intangíveis, os quais as transformam no maior patrimônio de uma empresa. O branding, ou gestão de marca, é a disciplina que administra o posicionamento de uma marca no mercado, um trabalho extremamente complexo que engloba todos os departamentos de uma empresa, o mercado em que atua e, principalmente, o consumidor.

lovemark.jpgAté então o respeito, o reconhecimento e o valor financeiro de uma marca a torna a mais importante do mercado, mas Kevin Roberts, atual CEO da Saatchi & Saatchi decidiu olhar logo ali na frente, citando indiretamente que as grandes marcas e seus valores estão se tornando commodities.

Em um mercado em transição, onde o consumidor e a sociedade estão em uma constante evolução e cada vez mais ativos à informação, como uma marca pode se diferenciar no meio das gigantes que dominam esse mundo?

Segundo Roberts, todas as estratégias, táticas e operações podem ser resumidas em uma única palavra, amor. Amor? Sim, amor! Roberts afirma que o amor é o próximo passo das grandes marcas mundiais, e com isso passarão de respeitadas e ou desejadas para amadas.

O amor, a paixão, o verdadeiro apego, esses são os valores que farão a diferença no mundo das marcas, indo muito além do cognitivo, exercendo uma relação quase humana, na qual a marca terá o papel de conquistar o consumidor todos os dias de maneira não invasiva.

Amor, um nome que, por sua natureza, é simples, mas extremamente difícil de administrar, como qualquer outro tipo de relação que possa se tornar duradoura. Para se conseguir respeito é preciso estar disposto a enfrentar desafios, se submeter aos diversos pilares criados em uma relação e, antes de tudo, respeitar.

E o amor, como fazer com que alguém te ame, ou melhor, ame uma marca? Uma tarefa mais difícil ainda, mas não impossível, parece. Segundo Roberts, é preciso ir além dos números, estatísticas, pesquisas e outras ferramentas presentes no marketing, pois o amor atua juntamente com os princípios básicos da comunicação e percepção do homem, como visão, olfato, paladar, audição, entre outros que agem diretamente em diferentes partes do cérebro.

O cheiro de um bolinho de chuva, de um café, ou algo que remeta nosso bom gosto ou que nos leve ao passado através do subconsciente pode auxiliar no chamado “amor”, sem falar no conforto de uma poltrona, no bem estar causado por uma boa música, entre outros sentimentos e sensações que não são tangíveis.

O ser humano não precisa amar a perfeição, ou a melhor coisa, vislumbrando somente as vantagens e qualidades que desfrutará, pois isso não é amar e sim se interessar.

Google, Harley & Davidson e Fender são exemplos básicos, pois seus concorrentes oferecem enormes e variadas vantagens no quesito bem de consumo, ou produto, mas isso não importa, o Google é o Google, não um site de buscas, Harley é Harley, uma maneira de viver e não uma moto. E por que não ter a mesma guitarra que os maiores ícones do Blues e do Rock n’ Roll? Pois é, Fender é Fender.

A história, juntamente com ações do presente e planos para o futuro, define a construção de uma marca, com o ato de marcar um nicho ou até mesmo uma nação, agregando imensos valores e conseguindo o verdadeiro respeito das pessoas.

Mataram a charada até a presente data, e agora veremos como o mundo se comportará. Será que o verdadeiro amor se constrói? Será que ele realmente existe? Será que é duradouro ou possui um ciclo de vida? É melhor deixar essa resposta para Kevin Roberts, daqui alguns anos.  [Webinsider]

Fonte 1: galera da Blueticket nos enviou. Valeu!!

Fonte 2: http://webinsider.uol.com.br/index.php/2009/12/12/a-matriz-de-roberts-e-o-futuro-das-marcas/

Comments (3)

Homenagem no Dia Mundial da Propaganda

A agência Núcleo Comunicação Inteligente criou, a pedido do Sindicato das Agências de Propaganda do Estado do Rio Grande do sul, um anúncio regional para o Dia Mundial da Propaganda, comemorado no dia 04 de dezembro. A veiculação foi feita através de rádio e jornal. A agência usou como mote o humor, porém faz uma ressalva dizendo que a propaganda deve ser levada a sério.

O Dia Mundial da Propaganda iniciou no dia 4 de dezembro de 1936, em Buenos Aires, na Argentina, em um congresso de publicidade que reuniu publicitários, pessoas que trabalhavam em veículos de comunicação e outros profissionais. Com isso, a partir de 1937, essa data passou a ser o Dia Pan-americano da Propaganda. Mas, só a partir da década de 1970, passou a ser o Dia Mundial da Propaganda.

fonte: acontecendo aqui

Leave a Comment

Hulu – O primo rico do You Tube

Por: Artur Pereira (@arturcap)

O primo rico do You Tube” Revista Próxima out/09

 

O portal no mesmo estilo do You Tube foi criado por uma parceria entre Fox, NBC e ABC, que disponibilizam conteúdos gerados pelas próprias essas empresas. Alguns exemplos de programas são seriados, Filmes, Simpsons, X Man, Lost… Todos na integra, portanto, com duração bem maior que os vídeos do You Tube.

A fonte de renda é bem tradicional, veiculando anúncios no início e durante os vídeos. Antes de assistir ao programa selecionado, o internauta pode escolher o seguimento desejado para o anúncio (ex: veículos, varejo…). O fato mais interessante é que ele já da lucro, ao contrario do You Tube que ainda está no vermelho. Estima-se que a empresa faturou U$ 65 mi em 2008.

Uma cusiosidade é que o Hulu só pode ser assistido nos USA, provavelmente para garantir aos anunciantes que o conteúdo será entregue apenas a esse mercado tão valioso, sem “desperdiçar” investimentos em mercado menos atrativos. Outra hipótese seria que, os custos para se transmitir os vídeos, talvez não seriam cobertos em uma operação global (como no caso do You Tube).

Leave a Comment

Pesquisa – Hábitos de consumo e de uso dos internautas brasileiros

habito

Pesquisa interessante feita pela empresa In Press sobre hábitos de uso e consumo do internauta brasileiro. Nela, buscou-se descobrir em quais ambientes eles mais participam, como os usam e a sua influência como fonte de informações.

Dados importantes para quem quer iniciar um planejamento digital.

Para ver a pesquisa clique aqui

Fica aí mais uma dica! 😉

 

 

Comments (1)

Older Posts »